Jaqueline Marques: “O Yoga é a prática do viver”

Jaqueline Marques: “O Yoga é a prática do viver”

Professora de Yoga e empreendedora, Jaqueline Marques criou seu próprio negócio quando aliou a sua paixão pelo yoga e o seu desejo de empreender em algo que acreditava.

Assim nasceu o Despertar Yoga, estúdio da prática localizado no bairro bacacheri, em Curitiba. O nome foi inspirado na história de Siddhartha Gautana, um príncipe que viveu no século VI a.C, no atual Nepal.  Segundo a história, o príncipe saiu em uma busca religiosa motivada pela sua preocupação existencial com a condição humana.

Após sua jornada, atingiu a iluminação durante uma meditação sob a árvore Bodhi, passando então a ser chamado de Buda, que quer dizer “desperto”.

Na entrevista abaixo, fruto de um bate-papo especial que aconteceu em seu próprio estúdio, a profissional lembra de sua transição e história em relação à prática. Além disso, ela nos conta como é o seu dia a dia e o que a inspira em relação ao yoga e a essa nova forma de enxergar o mundo.

Confira!

O que você fazia antes de dedicar-se ao Yoga?

Iniciei a faculdade de química na Universidade Federal do Paraná em 2004, me formando em 2008. Neste período eu fui professora de ensino médio na matéria de física durante um ano e depois fiz estágio em laboratório na Embrapa (Empresa Pública de pesquisa vinculada ao Ministério da Agricultura).

Assim que finalizei a faculdade, trabalhei durante um ano em um laboratório de pesquisa na Federal, me dedicando também a pesquisa no ano de 2009. A partir de 2010, iniciei a minha pesquisa e formação no Yoga.

Qual o seu primeiro contato com Yoga?

Foi em 2007 em uma aula experimental, quando estava no quarto ano da faculdade.  Uma amiga me chamou para a prática e eu aceitei. Sempre fui uma pessoa apaixonada por atividade física, e nessa época eu achava que o Yoga não servia para mim, pois eu me considerava uma pessoa agitada, que sempre dava preferência para as atividades mais aceleradas da academia. Acabou que eu fui na aula de Yoga e amei o que vi e senti. Posso dizer que me apaixonei desde o meu primeiro contato com a prática e desde então nunca mais parei de praticar.

Jaque, poderia me falar sobre como foi essa caminhada até chegar aos dias atuais?

Em 2007 eu fiz essa primeira aula e gostei muito do resultado, assim, passei a praticar o yoga assiduamente. Nessa época eu fazia academia, então eu alternava as atividades com o yoga, e neste tempo eu fui notando que a prática do yoga nunca faltava, podia estar chovendo, frio, que eu sempre comparecia às aulas. Já a academia eu sempre arranjava uma desculpa (risos).

Neste tempo a paixão pelo yoga foi aumentando, eu não deixei de gostar de outras atividades, mas o yoga foi me conquistando de uma maneira diferente. Passei a praticar em um estúdio tranquilo, pequeno até iniciar a minha formação. 

Ao longo da minha caminhada fui refletindo bastante sobre o que eu queria para o meu futuro. Assim, como uma resposta do destino, passei em um concurso para mestrado e vi que aquela não era a área que eu gostaria de seguir profissionalmente.

Nessa fase eu já estava pensando bastante a respeito do yoga, e quando eu pensei em iniciar minha formação e me tornar professora, logo veio em conjunto a ideia de abrir um estúdio específico para a prática.

Com a decisão tomada, tudo ficou mais claro: eu ia viver daquilo que eu amava, ia ter um horário flexível quando tivesse filhos e com esse pensamento iniciei a minha formação.

Então, em 2010, eu iniciei a minha formação e não me arrependo da escolha que tive neste momento da minha vida.          

Como é o seu dia a dia e a sua prática? O que ela trouxe de benéfico em sua vida?

Eu costumo praticar de manhã bem cedo, então eu acordo por volta das 5h30 e já inicio a prática, às segundas, quartas e sextas-feiras. Na terças e quintas-feiras eu vou até o espaço e dou aulas no período da manhã, daí nestes dias eu pratico mais tarde.  

Meu dia a dia é equilibrado, pois tenho uma filha e dedico bastante parte do meu tempo em sua criação. O equilíbrio está na rotina, pois procuro realizar minhas refeições em casa, por meio de uma alimentação consciente e saudável.

A prática trouxe um antes e um depois para a minha vida, com toda a certeza. Os benefícios são indescritíveis! Antes da prática eu era uma pessoa ansiosa, tinha muitas dores no corpo (pois na época que eu comecei a praticar eu trabalhava sentada). Depois, o yoga mudou a minha consciência sobre aquilo que eu como, penso, falo e sinto.

Posso afirmar que o yoga me ajuda o tempo todo a enfrentar as minhas dificuldades e ampliar os horizontes da minha consciência. A pratica traz a longevidade, pois com ela, você trabalha as questões físicas, mentais e espirituais da sua vida. Por isso, afirmo: a prática do yoga traz a qualidade no hoje!

Qual o seu estilo de Yoga?

Eu dou aula de Hatha Yoga e Hatha Vinyasa, pois gosto de um estilo de yoga que trabalha bastante o corpo, tanto no aspecto de fazer força, como no aspecto de desenvolver a flexibilidade.

Além dessas características, eu gosto de aulas que trazem a fluidez e leveza para a prática e para a vida, porque de maneira geral, as pessoas vivem tensas e sobrecarregadas. Ou seja, ao mesmo tempo que as pessoas procuram a prática por este aspecto físico para trazer estrutura e desenvolvimento corporal, elas também buscam o relaxamento e o fortalecimento da coluna.    

Hoje a minha aula é bem variada, sempre tendendo ao público que está participando da aula. Como no estúdio as aulas são flexíveis e os alunos podem frequentar a aula que eles quiserem, isso faz com que eu não tenha uma turma fixa, por isso desenvolvo a prática da melhor maneira para todos os alunos. Às vezes eu percebo que as pessoas estão precisando de uma pratica mais leve, já em outros dias percebo que desejam uma prática mais desafiadora, então eu também vou me adaptando aos alunos, ao dia e a aula.

Você tem uma postura preferida? Por quê?

Eu noto que naturalmente, desde o início da minha prática, eu sempre gostei muito das posturas de equilíbrio, pois elas te trazem ao centro, para você viver exatamente o agora.

Eu gosto da prática como um todo, e acho que a beleza do yoga está justamente no que ele traz para o corpo. Na prática você faz força, desenvolve posturas que trazem esse fortalecimento muscular, outras que atuam no alongamento, que é muito importante para trazer equilíbrio ao corpo.

Além disso eu gosto muito das posturas que me desafiam, que fazem você se superar a cada dia na prática. A superação das posições faz você centrar na dedicação naquilo que você está fazendo.   

Nos últimos anos, o Yoga teve uma expansão. O aumento dos espaços para a prática de Yoga (Yoga ao ar livre e formação para instrutores de Yoga) são alguns exemplos desse progresso. Como você vê esse crescimento?

Eu acho extremamente benéfico que o yoga seja cada vez mais difundido, e eu acho até que o yoga deveria ser ensinado nas escolas, porque você ensinar para as crianças uma prática que traz consciência no agora, no centro, no relaxamento, etc.

Na verdade, eu acho que todo mundo nasce sabendo sobre a importância disso na vida, e vai perdendo ao longo dos anos, com as cobranças que vem do mundo externo, digamos assim.

Eu acredito que quanto mais cedo você tiver contato com o yoga, melhor será o seu desenvolvimento com a sua qualidade de vida.  Mas acredito também que sempre há tempo para começar, pois não existe idade para praticar.

O yoga ao ar livre cumpre um papel de divulgação e consciência bem bacana sobre a prática. Às vezes você está caminhando no parque e vê um pessoal praticando: isso irá gerar curiosidade e interesse por parte do público, além de incentivar a prática em contato com a natureza, que é algo extremamente benéfico.  

De toda maneira, é preciso se atentar à prática nestes ambientes. Muitas vezes estes encontros contemplam um grande número de praticantes, fazendo com que os professores e instrutores se dividam entre os alunos. Por isso, é importante verificar a questão dos ajustes e ver se a pessoa necessita de um acompanhamento mais detalhado durante a prática, justamente para ela alcançar o máximo que pode nas posições neste momento.

Em relação às formações para professores, acredito que um ponto é fundamental: a disciplina para estudar. O yoga vai muito além daquilo que é ensinado no curso. O yoga é a prática da vida, é você aprender e experimentar. Por isso, é importante a pessoa ser autodidata para agregar valor aos alunos e a própria prática.      

E como foi a ideia de montar o seu próprio espaço em Curitiba?

Assim que eu pensei em ser instrutora, essa ideia surgiu em conjunto em abrir um espaço, nunca pensei nisso de forma separada. Eu não consigo dizer exatamente o porquê que eu já pensei em ser professora, mas foi algo bem natural para mim.  Além disso, sempre tive muita vontade de empreender.  Assim juntei essas duas paixões e criei o espaço Despertar Yoga.

    

Qual conselho você daria para quem deseja começar?

Eu aconselho a pessoa a observar a sua rotina, o lugar que mora e o local que trabalha. Depois, começar a pesquisar qual é o estúdio mais próximo e mais viável para você? Depois disso, é necessário ver qual horário se encaixa melhor e depois realizar uma aula experimental.

Outro conselho é não se prender ao estilo de yoga. Às vezes você está procurando uma pratica de Hatha esperando um estilo de prática, daí você faz a aula e é totalmente diferente do que você está esperando.

O que o Yoga é para você?

O Yoga é a vida, é a prática da vida e a prática do viver. Eu acredito que o yoga é um paralelo do que você vive na sua vida. Às vezes você está praticando e acha que a prática vai ser tranquila, leve e fácil e às vezes a vida também vai estar tranquila leve e fácil.

Às vezes o seu dia vai estar mais pesado, você estará com tensão muscular, e a prática também será mais desafiadora.  Muitas vezes o que você encontra de dificuldade no seu tapete de yoga no seu dia a dia é a sua dificuldade da vida, e o yoga te desperta para olhar para isso, assim você terá a consciência e percepção do todo.

A partir do momento que você tiver essa consciência, você vai se curando.  O yoga ajuda a dar este primeiro passo em relação a essa consciência sobre o que você faz, sente, pensa e age, além de olhar para as coisas que você recebe e doa para o mundo.  

O yoga te desperta para um olhar mais amoroso, mais leve, mais grandioso. A prática faz você sentir gratidão por tudo que você é, por tudo que os outros são. E principalmente, traz a importância para o sentir o aqui e o agora.

 Serviço

Site oficial: https://despertaryoga.com.br/

Instagram: @despertar_yoga

Facebook:@studiodespertaryoga

Endereço: Rua Panamá, 84, Bacacheri

Isabela Vera
contato@abelaconsciencia.com.br

A Bela Consciência é um objetivo traçado com muita imaginação e bel-prazer. Ela se tornou a oportunidade perfeita de unir a minha profissão e um dos assuntos que mais amo: o autoconhecimento.

Quer ser o primeiro a comentar?

Escrever